quinta-feira, 20 de outubro de 2011

"suae quisque fortuna faber est" Frank Miller


Por que a fé é tão pequena , menor que o instinto , o ser humano é o maior mentiroso da natureza , coexistir ou mentir a existência em papéis frívolos , que nem ao menos acreditamos , daí decorre o problema : O nosso corpo , a nossa razão , a nossa consciência sabem que estamos a mentir , mentir , ser ou não ser ? Eis a decorrência da ausência de graça  , eis a desgraça , eis a consequência do tédio incontrolável da inépcia humana , quando o ser perde o cerne de si mesmo e não consegue mais alimentar um "eu" tão fragilizado , tão inútil (...)
Qual o sentido do que quer seja , vale a pena de um sofrimento fútil , existência desmascarada , mídia descontrolada de lixo regurgitado pelo interesse dos poderosos , ignorância crassa valorizada , como único ideal de uma civilização sem rumo (...)
Em outra época , isto era chamado de escravidão , na nossa época é a pior escravidão , é a escravidão cega , daqueles que poderiam ver.

Luiz Grimaldi

Nenhum comentário:

Postar um comentário